domingo, 25 de março de 2012

Clássicos Ilustrados I : Masterpiece Comics de R. Sikoryak

É grande a tradição de adaptações à Banda Desenhada de clássicos da Literatura, especialmente no mercado norte-americano. Por exemplo, a EC Comics, antes de se dedicar às histórias de terror, publicava maioritariamente adaptações de obras literárias. Ficou famosa a série Classics Comics (mais tarde Classics Ilustrated), editada por Albert Kanter, que entre 1941 e 1971, publicou 169 adaptações de clássicos da literatura mundial, ou o inspirado remake dos anos 90 da editora First Comics, que recorreu a autores como Bill Sienkiewicz, P. Craig Russel; Kyle Baker, Dean Motter e Jill Thompson, para excelentes adaptações, como o Moby Dick de Sienkiewicz, que chegaram a Portugal na versão brasileira da Editora Abril.
Mas a abordagem de R. Sikoryak, que motiva este texto, é completamente diferente e muito divertida, adaptando diferentes clássicos em estilos diversos, que remetem para outras Bandas Desenhadas, jogando com o conhecimento do leitor dos clássicos da BD americana, estabelecendo curiosos paralelos entre a Banda Desenhada e a Literatura, alguns deles nada obvios à partida. Assim, por exemplo, O Retrato de Doryan Gray, de Oscar Wilde, é apresentado por Sikoryak como uma página do Little Nemo in Slumberland de Winsor McKay, o Fausto de Goethe, como uma série de tiras do Garfield, o Monte dos Vendavais de Emily Bronte, como uma história de terror da EC Comics, a Letra Escarlate de Nataniel Hawtorne como uma história de Little Lulu, Crime e Castigo de Dostoyevsky, como uma história do Batman dos anos 50, como as desenhadas por Dick Sprang e, as minhas favoritas, a Metamorfose, de Kafka, como uma tira dos Peanuts, de Charles Schulz, com Gregor Samza como Chartlie Brown e a história de O Estrangeiro de Camus, contada através de uma sequência de falsas capas de Superman.
E a verdade é que a coisa resulta muito bem, graças à capacidade mimética do traço de Sikoryak, que imita na perfeição o estilo característico dos autores e das publicações que usa nas suas adaptações.
Publicadas em diversos sítios, como a revista Raw, dirigida por Art Spiegelman, ao longo de mais ou menos 20 anos, essas histórias foram recolhidas em álbum pela Draw and Quarterly, em 2009, com grande sucesso, pois o exemplar que eu tenho, de 2010, já é da 4ª edição.
Aqui ficam alguns exemplos das divertidas adaptações 2 em 1 de Sikoryak, para vos despertar a curiosidade.
Masterpiece Comics, de R. Sikoryak, Draw and Quarterly, 2010, $ 19,95 US




2 comentários:

Bongop disse...

LOL
Bem relembrado João!!!
Já li algumas obras dessas e algumas são mesmo muito boas. (E divertidas)
:D

Abraço

JML disse...

Viva Bongop!
Confesso que não conhecia nenhuma das histórias antes de ler o livro. Daí que tenha achado ainda mais graça.
Abraço