sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

As Melhores Bandas desenhadas que li em 2010

Um pouco mais tarde do que o prometido, aqui está finalmente a minha lista das Melhores BDs que li em 2010. Para não atrasar ainda mais a coisa, optei por publicar primeiro a lista, sem mais comentários, deixando uma posterior analise de cada um dos livros escolhidos para futuros posts. A organização dos títulos está feita por ordem alfabética, até porque não faz grande sentido comparar em termos meramente qualitativos, "Asterios Polyp" com Batwoman: Elegy", ou "Bernard Prince" com "Elmer". Todos são bons livros, mas completamente diferentes. Como sempre, há vários títulos que ficam de fora e que podiam estar nesta lista, e outros, como a reedição do "Quim e Manecas", de Stuart Carvalhais, ou o último "ACME Novelty Library", de Chris Ware, que não estão apenas porque só os comecei a ler já em 2011. Mas vamos então à lista dos 10 melhores livros de BD que li em 2010:
1 - Asterios Polyp, de David Mazzucchelli, Pantheon
2 - Batwoman: Elegy, de Greg Rucka e J. H. Williams III, DC Comics
3 - Bernard Prince Integrale, de Hermann e Greg, Le Lombard
4 - Beasts of Burden: Animal Rites, de Evan Dorkin e Jill Thompson, Dark Horse
5 - Chateau de Sable, de Oscar Levy e Frederick Peeters, Atrabile
6 - Elmer, de Gerry Alanguilan, SLG Publishing
7 - Fórmula da Felicidade, de Nuno Duarte e Osvaldo Medina, Kingpin Books
8 - Planetary, de Warren Ellis e John Cassaday, DC/Wilstorm
9 - Parker: the Outfit, de Richard Stark e Darwyn Cooke, IDW
10 - The Walking Dead vols 11 a 13 , de Robert Kirkman e Charlie Adlard, Image

3 comentários:

verbal disse...

Olá João, a tua lista é pouco abonatória para com a edição em português! Só um título?!
Abraço

JML disse...

Olá Verbal! Tendo em conta o pouco que se publica em Portugal, até nem acho... Por exemplo, um dos livros que mais gozo me deu ler o ano passado foi "As Aventuras de Dog Mendonça", mas não acho que em termos de qualidade seja superior aos títulos que estão nesta lista, e só cabiam 10!
Abraço

Pedro Cleto disse...

É o problema das listas e das selecções: são sempre curtas e há sempre quem discorde...
Se tivesse feito uma lista semelhante, por várias razões seriam muito poucos os títulos comuns...
Boas leituras para 2011!